25 Abril 2013

RS volta a exportar soja em containers para China

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
por Leonardo Gottems

O Rio Grande do Sul volta neste mês a exportar uma carga de soja em containers para a China: serão 45 unidades levando 1.035 toneladas do grão. Essa é a primeira vez desde 2008 que isso acontece, pois neste ano o estado parou de transportar nessa modalidade em função de um melhor preço dos fretes em navios graneleiros.

A empresa Multirural de Tupancireta, de propriedade de Pedro Herter, contratou o consultor João Carlos Kopp, da JC.Kopp. Iniciou-se então parceria com uma trading chinesa, tradicional cliente dos Estados Unidos e Canadá, mas que ainda não havia comprado no Brasil.

“Este ano começamos  desenhar esta operação, e na semana que vem parte um navio do Porto de Rio Grande. Parece pouco em comparação com o volume de um (graneleiro) Panamax, mas é bem significativo para o agronegócio brasileiro abrir esta nova frente”, destaca Kopp.

O consultor alista algumas vantagens de exportar em containers: “É muito improvável um navio pagar demugem por ficar esperando para atracar, como no caso dos graneleiros, que podem chegar a custar US$ 60 mil por dia. Isso porque o fluxo de carregamento de containers é contínuo. Também não sofremos com os prêmios negativos do porto, pois os nossos caminhões não tem que esperar os navios carregarem para sobrar espaço nos armazéns”.

Ele continua: “Possibilita ainda o embarque de pequenos volumes, o que pode atender pequenas, médias e grandes empresas, assim como produtores, facilitando o acesso de todos à exportação. Além disso, o frete marítimo é mais barato, pois os containers voltam vazios, e então conseguimos aproveitar o transporte. A diferença de custo pode chegar a até 50% por tonelada abaixo de um navio graneleiro”, conclui Kopp.



Fonte Agrolink

Mais Notícias

Clima favorável pressiona a cotação do arábica

22-11-2017

Apesar da desvalorização do café arábica no mercado interno, o número de negócios aumentou nos últimos dias, quando as cotações internacionais da variedade estavam firmes e o dólar mais valorizado frente ao real.De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), os exportadores estiveram mais ativos, negociando maiores v...

Leia mais...

Algodão: bom ritmo de exportação sustenta preços

22-11-2017

As quedas expressivas das cotações do algodão em pluma no mercado doméstico entre o final de junho e meados de outubro aproximaram os valores internos da paridade de exportação.Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), os produtores rurais aproveitam para cumprir contratos de exportação e também para efetivar novos negócio...

Leia mais...

Trigo: preço cai com maior interesse de venda

21-11-2017

Os preços do trigo recuaram nos últimos dias, refletindo a maior oferta no Rio Grande do Sul. De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), os produtores têm elevado o interesse de venda em função da baixa qualidade do cereal colhido recentemente, cautelosos também quanto a novas quedas nos valores.No mercado de derivado...

Leia mais...

Café: importador ganha 3 vezes mais que o produtor

21-11-2017

“Não adianta apenas produzir café. Ele vai apodrecer na árvore.” O alerta é do diretor-geral da Organização Mundial de Propriedade Intelectual (OMPI), Francis Gurry, que, nesta segunda-feira, dia 20, publicou um informe inédito sobre o valor adicionado que o produto ganha graças a tecnologia, patentes e inovação. Sob esse ponto de vista...

Leia mais...

Comprador vai até o Centro-Oeste realizar negócios

21-11-2017

Os preços do milho apresentaram comportamentos distintos nos últimos dias. Enquanto as cotações no interior paulista registraram ligeira queda, os valores subiram na região Centro-Oeste.Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), os compradores paulistas têm procurado efetivar novos negócios com vendedores do Centro-Oes...

Leia mais...

Volume de etanol comercializado cai pela metade

21-11-2017

O volume de etanol hidratado comercializado no estado de São Paulo entre os dias 13 e 17 de novembro foi 52,5% menor que o registrado na semana anterior.Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), esse cenário esteve atrelado ao menor número de dias úteis no período, devido ao feriado do dia 15, e principalmente à antecipaçã...

Leia mais...

Milho: comercialização da segunda safra atinge 61%

20-11-2017

A comercialização da segunda safra de milho de 2017 no Brasil atinge 61% da produção prevista de 68,719 milhões de toneladas, segundo levantamento da consultoria Safras & Mercado. Em novembro do ano passado, os negócios estavam mais avançados, atingindo 83,3%.Goiás (incluindo o Distrito Federal) é o estado mais adiantado, com 67% da produção pr...

Leia mais...

Soja: preços recuam no Brasil e nos Estados Unidos

20-11-2017

Após o início tardio dos trabalhos de campo, o plantio segue em ritmo acelerado no Brasil e na Argentina, favorecido pelas condições climáticas.Apesar disso, segundo pesquisadores do Cepea, os compradores se retraíram nas negociações, pois aguardam novas definições de área e desenvolvimento das lavouras. Com isso, as cotações recuaram no Brasil e n...

Leia mais...

Equipe mostra como socorrer quem cai em silo

19-11-2017

Um vídeo publicado por uma equipe de socorrista da cidade de Independence, no estado americano de Iowa, foi visualizado por 2,7 milhões de pessoas na última semana. Nele, a equipe de resgate mostra como salvar uma pessoa que caiu em um silo de grãos, um tipo de acidente que mata dezenas de pessoas todos os anos e já foi relatado aqui no Canal ...

Leia mais...