25 Abril 2013

RS volta a exportar soja em containers para China

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
por Leonardo Gottems

O Rio Grande do Sul volta neste mês a exportar uma carga de soja em containers para a China: serão 45 unidades levando 1.035 toneladas do grão. Essa é a primeira vez desde 2008 que isso acontece, pois neste ano o estado parou de transportar nessa modalidade em função de um melhor preço dos fretes em navios graneleiros.

A empresa Multirural de Tupancireta, de propriedade de Pedro Herter, contratou o consultor João Carlos Kopp, da JC.Kopp. Iniciou-se então parceria com uma trading chinesa, tradicional cliente dos Estados Unidos e Canadá, mas que ainda não havia comprado no Brasil.

“Este ano começamos  desenhar esta operação, e na semana que vem parte um navio do Porto de Rio Grande. Parece pouco em comparação com o volume de um (graneleiro) Panamax, mas é bem significativo para o agronegócio brasileiro abrir esta nova frente”, destaca Kopp.

O consultor alista algumas vantagens de exportar em containers: “É muito improvável um navio pagar demugem por ficar esperando para atracar, como no caso dos graneleiros, que podem chegar a custar US$ 60 mil por dia. Isso porque o fluxo de carregamento de containers é contínuo. Também não sofremos com os prêmios negativos do porto, pois os nossos caminhões não tem que esperar os navios carregarem para sobrar espaço nos armazéns”.

Ele continua: “Possibilita ainda o embarque de pequenos volumes, o que pode atender pequenas, médias e grandes empresas, assim como produtores, facilitando o acesso de todos à exportação. Além disso, o frete marítimo é mais barato, pois os containers voltam vazios, e então conseguimos aproveitar o transporte. A diferença de custo pode chegar a até 50% por tonelada abaixo de um navio graneleiro”, conclui Kopp.



Fonte Agrolink

Mais Notícias

Cotação do arroz no RS cai 7% em 2018

21-02-2018

O ritmo de comercialização do arroz em casca está lento no Rio Grande do Sul. De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), boa parte das indústrias e dos produtores demonstra baixo interesse em negociar novos lotes.A entidade explica que os agricultores têm ofertado o produto apenas quando há necessidade de “fazer...

Leia mais...

Café: preço em fevereiro acumula queda de 2,5%

21-02-2018

Os preços internos do café arábica estão em queda desde o final de 2017, pressionados pela perspectiva de uma safra 2018/2019 volumosa no Brasil. Nos últimos dias, as quedas nas cotações externas e a desvalorização do dólar intensificaram o movimento de baixa dos preços domésticos.Entre os dias 14 e 20 de fevereiro, o indicador Cepea/Esalq do arábi...

Leia mais...

Produção de soja em SC deve atingir recorde

21-02-2018

A produção de soja de Santa Catarina em 2017/18 deve atingir 2,52 milhões de toneladas, aumento de 5% ante o ciclo anterior. Se atingido, o volume será recorde, segundo a secretaria de agricultura do estado, que fez a projeção com base em levantamento do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa).O crescimento leva em conta aumen...

Leia mais...

Fertilizantes: entregas caem 6,4% em janeiro

20-02-2018

As entregas de fertilizantes para o consumidor final em janeiro diminuíram 6,4% em relação a igual mês do ano passado e somaram 2,443 milhões de toneladas. Os dados foram divulgados nesta terça-feira, dia 20, pela Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda).  A produção nacional de fertilizantes intermediários também recuou no mês p...

Leia mais...

Produção de etanol de milho cresce 130% em um ano

20-02-2018

No acumulado da safra 2017/2018 até o dia 1º de fevereiro, o volume de etanol fabricado a partir do milho totalizou 391,85 milhões de litros, sendo 322,07 milhões de litros de etanol hidratado e 69,79 milhões de litros de etanol anidro, volume 130% superior ao valor registrado em igual data do ciclo anterior. Os dados são da União da Indústria de C...

Leia mais...

Arroz: relação entre custo e preço preocupa setor

20-02-2018

O produtor de arroz, especialmente no Rio Grande do Sul, não terá lembranças tão positivas do ano de 2017. Os altos custos de produção na lavoura e os baixos preços praticados no mercado do grão, aliados à guerra fiscal e às importações de países do Mercosul, trouxeram dificuldades aos arrozeiros. A expectativa para o ano de 2018 é de que alguns de...

Leia mais...

Etanol tem retomada no crescimento das cotações

20-02-2018

Os preços dos etanóis anidro e hidratado voltaram a subir no mercado paulista na semana passada. De acordo com informações do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), os valores foram sustentados pela redução na oferta, visto que poucas unidades estiveram ativas no período.  Entre 14 e 16 de fevereiro, o indicador Cepea/E...

Leia mais...

Ureia está quase 5% mais cara do que em 2017

20-02-2018

O preço da ureia agrícola ficou praticamente estável em fevereiro, com alta de 0,1%, em relação a janeiro deste ano. Segundo levantamento da Scot Consultoria, a tonelada do adubo está cotada, em média, em R$1.247,14 em São Paulo, sem o frete. Na comparação com fevereiro do ano passado o insumo está custando 4,8% mais.O cenário é de demanda fraca po...

Leia mais...

Pré-custeio: Caixa oferece linha com juro reduzido

19-02-2018

A Caixa Econômica Federal oferecerá linha de crédito para pré-custeio da safra 2018/19 a juros mais baixos para as culturas da soja, milho, arroz e algodão. Em nota, o banco diz que os quatro produtos consumiram na última safra 67% dos recursos de custeio.O Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp) terá juros de 6,7% ao ano, cont...

Leia mais...