22 Outubro 2019

‘Comentário de Anitta sobre produção de leite demonstra ignorância’

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

A cantora Anitta publicou um stories em seu Instagram no qual, em tom de deboche, explica a amigos que a vaca precisa estar sempre prenha para dar leite. Ainda que seja uma obviedade, o comentário incomodou produtores rurais por causa da crítica à pecuária e aos produtos de origem animal feita na sequência.

Roberta Züge, doutora em reprodução animal pela Universidade de São Paulo (USP), diz que a fala da celebridade demonstra ignorância sobre o tema. “Ela pode não saber, mas utiliza muitos produtos de origem animal. Quando você vai tirar sangue, por exemplo, o líquido no fundo do frasco é heparina, feito a partir de vísceras de bovinos e suínos. Tem também o surfactante, que é extraído do pulmão bovino e permite que bebês prematuros sobrevivam”, diz.

O agrônomo Xico Graziano usou as redes sociais para criticar Anitta. No Twitter, ele afirmou que o vídeo “é bizarro”. “O ambientalismo virou uma palhaçada na boca desses artistas”, dispara.

Especialista em ética e responsabilidade social, Roberta destaca que os produtores não têm motivos para maltratar os animais, já que o bem-estar da criação implica diretamente na quantidade e qualidade de leite produzido. “É claro que existem pessoas com procedimentos inadequados, mas isso também acontece em tratamentos de pessoas. Precisamos evoluir como sociedade”, afirma.

Segundo a doutora, a intervenção humana na bovinocultura é extremamente benéfica para os animais. “Os bezerros são afastados das vacas porque algumas não têm afabilidade, elas se incomodam e precisam ser ordenhadas”, conta.

Além disso, os produtores rurais são responsáveis por procedimentos pós-parto que garantem a sobrevivência dos animais, como a ingestão do colostro, o leite secretado pela vaca nos primeiros dias que garante anticorpos ao bezerro. Outra prática importante é a cura do umbigo, que impede infecções. “Com os animais soltos, não existiria esse controle. É como os gatos, que passaram a viver até 18 anos com o cuidado humano”, explica a doutora.

Para Roberta, o vídeo de Anitta é reflexo do distanciamento entre cidade e campo. “Percebo que as pessoas perderam o contato com a zona rural. Antigamente, todo mundo tinha um avô ou tio com um sítio, via um animal nascer etc. O pessoal mais novo não tem. Quando recebem imagens chocantes [que supostamente mostram como funciona o trabalho dos produtores], eles tomam aquilo como verdade”, diz.


Fonte Canal Rural

Mais Notícias

Crédito rural: especialistas dão dicas de como melhorar a gestão financeira da propriedade

04-08-2020

Tomar crédito rural ou usar recurso próprio? Como saber o momento certo e o volume de crédito para adquirir produtos? Para ajudar a acabar com as dúvidas do produtor rural sobre a gestão financeira da propriedade, o programa Economia 360 fez uma live com especialistas nesta segunda-feira, 3, reunindo um time de especialistas em crédito rural.Grande...

Leia mais...

Aftosa: ‘Retirada da vacina no RS é muito positiva’, diz Daoud

04-08-2020

O Rio Grande do Sul continua caminhando para se tornar um estado livre de febre aftosa sem vacinação. O Ministério da Agricultura realiza, nesta terça e quarta, uma auditoria para verificar se as solicitações feitas pela pasta anteriormente foram atendidas.O comentarista do Canal Rural Miguel Daoud afirma que o status, se alcançado, beneficiará não...

Leia mais...

Previsão do tempo alerta para geadas nesta quarta; veja onde

04-08-2020

Mesmo sem massa de ar polar, o céu bem aberto faz com que a temperatura caia de forma brusca em parte do país, de acordo com a editora de Tempo do Canal Rural, Pryscilla Paiva. No Sul, por exemplo, a tarde de segunda-feira, 3, registrou máximas de até 29 ºC, enquanto que a madrugada desta terça-feira, 4, bateu -0,5 ºC em alguns pontos. Grande ampli...

Leia mais...

Produtos para alimentação animal: certificados passam a ser eletrônicos

04-08-2020

Os certificados de registro de estabelecimentos e de produtos e de cadastro de produtos destinados à alimentação animal passaram a ser eletrônicos, reduzindo significativamente o trâmite processual e trazendo mais segurança e facilidade para os usuários. A informação foi divulgada nesta terça-feira, 4, pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Aba...

Leia mais...

Explosão em porto libanês choca o mundo; veja as consequências no âmbito comercial

04-08-2020

Uma grande explosão atingiu a região portuária de Beirute nesta terça-feira, 4, deixou dezenas de pessoas mortas e milhares de feridos segundo informações locais. O impacto foi tão grande que prédios a quilômetros de distância ficaram destruídos. A causa da explosão ainda é desconhecida, mas a suspeita é que tenha sido um acidente causado pelo arma...

Leia mais...

‘A nossa meta é de 100% na redução do desmatamento ilegal’, diz Salles

04-08-2020

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, afirmou nesta terça-feira, 4, que o governo brasileiro mantém o compromisso, firmado no Acordo de Paris, de zerar o desmatamento ilegal até 2030.A declaração foi feita em coletiva de imprensa após o jornal Estado de S. Paulo expôr, durante a manhã, uma troca de documentos entre ministérios. Em um desses ...

Leia mais...

Preços da soja seguem praticamente estáveis no Brasil; veja as cotações

04-08-2020

O mercado brasileiro de soja teve um dia de negócios pontuais e de preços mistos, mas em patamares nominais. De acordo com a consultoria Safras, o dólar teve um dia volátil e Chicago caiu. Os prêmios estabilizaram em patamares firmes. “Diante desse quadro, o vendedor se retraiu e a oferta permaneceu escassa”, informa.Em Passo Fundo (RS)...

Leia mais...

AO VIVO: Frigoríficos seguros durante a pandemia de Covid-19

04-08-2020

Os procedimentos de segurança nos frigoríficos brasileiros durante a pandemia são tema da live do Conexão Brasília nesta terça-feira, 4.Participam do debate o direto-executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Ricardo Santin; o secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, José Guilherme Leal; o presidente da Ass...

Leia mais...

“Brasil precisa mostrar ações ambientais concretas para reverter imagem”

04-08-2020

Um levantamento da Embrapa Territorial com base em dados de satélites da Nasa mostra que nos sete primeiros meses deste ano houve um aumento de 44% no número de queimadas na América do Sul, em comparação com o mesmo período de 2019.Segundo a empresa, o maior crescimento de queimadas por razões climáticas foi na Argentina, com 286% de aumento dos fo...

Leia mais...