20 Setembro 2020

‘Não é razoável profissional que manobra navio ter salário de até R$ 300 mil’, diz consultor

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Para entender como o serviço de praticagem no país funciona, o programa Direto ao Ponto deste domingo, 20, recebeu o advogado e consultor em infraestrutura e logística Evaristo Pinheiro. Para o especialista, a legislação que trata da atividade é de mais de 20 anos e necessita de regulamentação.

De acordo com Pinheiro, hoje, um prático (profissional que manobra navio) recebe um salário mensal de R$ 50 mil a R$ 300 mil . Isso significa que o profissional recebe de R$ 6 até R$ 10 por tonelada transportada pela embarcação. Para o advogado, o custo cobrado pelo serviço de praticagem gera um certo desconforto no setor agropecuário e também em outros setores da economia. “O empresário do agro não se importa com quanto o prático ganha, mas quanto custa o seu produto para exportação”, disse.

Segundo ele, a pouca oferta de práticos no mercado é um dos motivos do alto preço da praticagem no Brasil. “É o mais caro do mundo. Chega a ser mais alto até seis vezes, se comparado com outros países”, destacou.

Pinheiro entende que a empresa que precisa do serviço não tem liberdade de escolha na hora de contratar um prático. “Você só pode contratar aquele prático que está disponível naquele momento, naquele porto. O prático cobra o preço que ele quiser no serviço”.

Uma das soluções, conforme o especialista, é regulamentar a lei vigente. Nesse sentido, Pinheiro defende o projeto de lei de autoria do deputado Alceu Moreira (PL 4392), que prevê alterações na Lei de Segurança do Tráfego Aquaviário (lei 9.537/1997) e na lei 10.233/2001, que criou a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). O texto trabalha na linha da oferta de serviço.

“Isso permite que as empresas escolham o prático na hora de contratar. Isso é meritocracia, incluir concorrência. Hoje, não existe nesse segmento. Além disso, vai reduzir os preços por conta do aumento da concorrência”, pontuou.

A proposta ainda quer garantir à Antaq competência para atuar na regulação econômica dos serviços de navegação marítima. “O projeto traz para a esfera da Antaq o setor da praticagem. Tem que trazer toda a cadeia logística para regulação, porque vai proporcionar menor preço e mais eficiência na logística portuária brasileira, assim como maior interesse de investidores”.

Evaristo Pinheiro ainda observou que os contratos são feitos entre o prático e a empresa, e que o exportador nunca fica sabendo quanto foi cobrado de praticagem da sua carga. “A proposta traz mais transparência. Pelo texto, o prático vai ter que prestar contas dos seus contratos, informar a Antaq, no caso, qual o preço, qual o contrato que ele praticou”.

Outro ponto lembrado pelo consultor é que o capitão do navio vai poder requerer a habilitação junto à Marinha e ter o direito de atracar o seu barco, independentemente do apoio do prático. “Isso é importante destacar e um dos poucos pontos de consenso que existe, até os práticos aceitam esse dispositivo”, concluiu.

O projeto do deputado Alceu Moreira também sugere que o treinamento desses profissionais seja feito por meio eletrônico (simuladores), com toda a segurança que propõem as regras da Marinha, e não mais no navio. “A função do prático é importante, mas, a médio prazo, a tendência é que, com a evolução tecnológica, isso vai permitir a manobra automática, automatizada dos navios, e essa função pode perder espaço ao longo do tempo”, concluiu Evaristo Pinheiro.


Fonte Canal Rural

Mais Notícias

Serviço de inteligência mapeia propriedades e prende agroquímicos ilegais em MS

25-10-2020

O serviço de BI (Inteligência de Negócios, em inglês) e de fiscalização da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) auxiliou no planejamento das operações Ronda Agro e Hórus, desencadeadas nesta semana  pelas autoridades de vigilância sanitária e de segurança pública da União e do governo de Mato Grosso do Sul para a apreensão ...

Leia mais...

ASSISTA AGORA Canal Rural News: perspectivas e desafios da avicultura

25-10-2020

O Canal Rural News deste domingo, 25, debaterá sobre as perspectivas e desafios da avicultura. Com custos de produção em alta e exportações em queda no comparativo de setembro, o Canal Rural News conversa nesta noite de domingo, dia 25, sobre os desafios e as perspectivas para o mercado de aves.O comentarista do Canal Rural Miguel Daoud é quem coma...

Leia mais...

‘Ferrogrão será balizadora do frete em Mato Grosso’, avalia Movimento Pró-Logística

25-10-2020

A ambiciosa política de concessões do governo federal e os efeitos práticos na redução do custo logístico para o agro foram tema do programa Direto ao Ponto deste domingo, 25. O programa prevê a aplicação de investimentos privados de quase R$ 250 bilhões até 2022 em todos os modais de transporte. Para o setor agropecuário, os projetos de maior impa...

Leia mais...

Confira a previsão do tempo para esta segunda e terça-feira

25-10-2020

Semana começa com muitas chuvas em vários estados do país, ampliadas por conta de um ciclone. Veja a previsão!Um ciclone extratropical está trazendo muitas chuvas para boa parte do país neste dois primeiros dias da semana. No Sul e Sudeste do país há chance até para queda de granizo. No Centro-Oeste e Nordeste também deve chover bastante.SULNesta s...

Leia mais...

´Sem paraquat, agricultura acumulará aumento de custos e calendário de plantio será prejudicado’, af…

25-10-2020

Após o Ministério da Agricultura anunciar , os produtores brasileiros podem enfrentar dificuldades para o andamento da safra agrícola 2020/21. A avaliação é feita pelo comentarista Benedito Rosa.“A supressão do herbicida acumulará em aumento de custos e vai prejudicar o nosso calendário de plantio, especialmente em sistemas de plantio direto ...

Leia mais...

Você viu? Conheça os capins que podem matar cavalos e como manejá-los corretamente

25-10-2020

Além das cólicas e da acidose, os volumosos, quando mal manejados, podem levar até à morte o seu cavalo. O alerta sobre o trato alimentar adequado para os animais da tropa foi tema central de mais um episódio da série especial de reportagens do Giro do Boi sobre cavalos.Essa foi a notícia mais lida semana sobre pecuária no portal do Canal Rural. Ab...

Leia mais...

Terra Indígena recebe Indicação Geográfica por cultivo de guaraná

25-10-2020

O Instituto Nacional da Propriedade Intelectual (Inpi) reconheceu na última semana a Terra Indígena Andirá-Marau como Indicação Geográfica (IG) de origem concedida a um povo indígena, na espécie Denominação de Origem, para dois produtos nativos: o waraná (guaraná) e o pão de waraná (bastão de waraná).O guaraná nativo, conhecido como wanará pelos Sa...

Leia mais...

Confira os fatores que devem mexer com o mercado do milho na próxima semana

25-10-2020

 O mercado do milho vive um momento de preços altos, tanto a nível interno, quanto no mercado internacional. O tamanho da colheita nos Estados Unidos deverá chamar atenção dos produtores na próxima semana. No Brasil, o foco passa a ser o andamento do plantio da safra de verão.Acompanhe abaixo os fatos que deverão merecer a atenção do mercado d...

Leia mais...

Veja a previsão do tempo para todo o Brasil até janeiro

25-10-2020

Nesta reportagem especial, você vai entender como a chuva deve se comportar neste ano que tem a influência do fenômeno La NiñaO fim do ano se aproxima e com ele a consolidação do fenômeno La Niña, que terá efeitos significativos na quantidade de chuva que deve cair no Brasil neste final de primavera e início de verão.Para entender como a regularida...

Leia mais...