25 Outubro 2020

Serviço de inteligência mapeia propriedades e prende agroquímicos ilegais em MS

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

O serviço de BI (Inteligência de Negócios, em inglês) e de fiscalização da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) auxiliou no planejamento das operações Ronda Agro e Hórus, desencadeadas nesta semana  pelas autoridades de vigilância sanitária e de segurança pública da União e do governo de Mato Grosso do Sul para a apreensão de agrotóxicos irregulares na região sul do estado.

O objetivo da operação é coibir o comércio e o uso de agrotóxicos irregulares, sem registro no Ministério da Agricultura, com princípios ativos proibidos no Brasil e produtos contrabandeados dos países vizinhos. Dados parciais indicam que já foram fiscalizadas 85 propriedades rurais, 258 veículos em rodovias e apreendidos 73 kg e aproximadamente 6 mil litros de agrotóxicos irregulares. Ao todo, foram lavrados 13 termos de apreensões e autos de infração.

De acordo com o diretor-presidente da Iagro, Daniel Ingold, foi usado o cruzamento das informações do registro de agrotóxicos existentes na base de dados da Iagro e levantadas situações suspeitas de produtores, elaborando um  mapa das propriedades em questão. 

A Operação Ronda Agro é coordenada pela Divisão de Defesa Agropecuária da SFA/MS e a Operação Hórus, coordenada pelas forças de segurança do Estado e apoio do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Participam das operações conjuntas oito equipes de fiscalização, compostas pela Polícia Militar (DOF, PRE), Iagro, PF, PRF e Auditores Fiscais Federais Agropecuários do Mapa, lotados nos estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Mato Grosso, Paraíba, Mato Grosso do Sul e Brasília, além de auditores que atuam na Vigilância Agropecuária Internacional do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Vigiagro/Mapa).

Segundo o superintendente Celso Martins, da SFA/MS, a situação dos agrotóxicos irregulares no Mato Grosso do Sul é preocupante tendo em vista o aumento das apreensões de agrotóxicos irregulares no Mato Grosso do Sul nos últimos anos.

O serviço de BI (Inteligência de Negócios, em inglês) e de fiscalização da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) auxiliou no planejamento das operações Ronda Agro e Hórus, desencadeadas nesta semana  pelas autoridades de vigilância sanitária e de segurança pública da União e do governo de Mato Grosso do Sul para a apreensão de agrotóxicos irregulares na região sul do estado.

O objetivo da operação é coibir o comércio e o uso de agrotóxicos irregulares, sem registro no Ministério da Agricultura, com princípios ativos proibidos no Brasil e produtos contrabandeados dos países vizinhos. Dados parciais indicam que já foram fiscalizadas 85 propriedades rurais, 258 veículos em rodovias e apreendidos 73 kg e aproximadamente 6 mil litros de agrotóxicos irregulares. Ao todo, foram lavrados 13 termos de apreensões e autos de infração.

De acordo com o diretor-presidente da Iagro, Daniel Ingold, foi usado o cruzamento das informações do registro de agrotóxicos existentes na base de dados da Iagro e levantadas situações suspeitas de produtores, elaborando um  mapa das propriedades em questão. 

A Operação Ronda Agro é coordenada pela Divisão de Defesa Agropecuária da SFA/MS e a Operação Hórus, coordenada pelas forças de segurança do Estado e apoio do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Participam das operações conjuntas oito equipes de fiscalização, compostas pela Polícia Militar (DOF, PRE), Iagro, PF, PRF e Auditores Fiscais Federais Agropecuários do Mapa, lotados nos estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Mato Grosso, Paraíba, Mato Grosso do Sul e Brasília, além de auditores que atuam na Vigilância Agropecuária Internacional do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Vigiagro/Mapa).

Segundo o superintendente Celso Martins, da SFA/MS, a situação dos agrotóxicos irregulares no Mato Grosso do Sul é preocupante tendo em vista o aumento das apreensões de agrotóxicos irregulares no Mato Grosso do Sul nos últimos anos.


Fonte Canal Rural

Mais Notícias

Recuo nos preços do arroz deverá ocorrer no início de 2021, diz Ipea

24-11-2020

Os preços internos do arroz, um dos vilões da recente aceleração da inflação de alimentos, deverão registrar recuo apenas no início de 2021, com a entrada da nova safra do grão, sustentam pesquisadores do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).A redução de tarifas de importação para o arroz produzido fora do Mercosul deverá ter efeito apen...

Leia mais...

Fust será garantia para financiar conectividade rural, diz deputado

24-11-2020

A possibilidade do uso do Fundo de Universalização das Telecomunicações (Fust) para ampliar a conectividade rural foi tema do programa Conexão Brasília desta terça-feira, 24. Na última semana, o aprovou projeto que autoriza a utilização dos recursos desse fundo para levar internet a áreas urbanas e rurais, especialmente as de menor Índice de Desenv...

Leia mais...

Cogo: Lucro do produtor de grãos seguirá elevado na safra 2020/21

24-11-2020

A lucratividade dos produtores deverá seguir elevada em 2020/2021 para a maior parte das culturas de grãos, incluindo soja, milho, arroz, trigo, feijão e algodão. Para a soja, principal cultura agrícola do Brasil, a projeção para 2020/2021 é de um aumento de 13,2% no custo médio de produção na região Sul e de 8% na região do Cerrado. A análise é da...

Leia mais...

Governo de SP sanciona lei que retoma taxação ao agro a partir de 2021

24-11-2020

A partir do dia 1º de janeiro de 2021, alguns produtos e insumos agrícolas do estado de São Paulo vão passar a ser taxados. A medida aprovada nae sancionada pelo governador João Doria retira o benefício fiscal que isentava cobrança de  Impostos sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre alguns itens, como fertilizantes, adubos e milho....

Leia mais...

Trigo: governo renova cota de importação de 750 mil t sem tarifa de fora do Mercosul

24-11-2020

A Câmara Brasileira de Comércio Exterior (CAMEX) renovou a cota de importação de 759 mil toneladas de trigo de fora do Mercosul. A medida, publicada no Diário Oficial da União, será valida até 17 de novembro de 2021.Em nota, a Secretaria de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais afirmou que a decisão atende o compromisso firmado pelo Brasil ap...

Leia mais...

Confira 22 dicas da Embrapa para controle de pragas e plantas daninhas na soja

24-11-2020

A falta de chuvas tem atrasado os trabalhos de semeadura da soja, mas também tem favorecido a proliferação de pragas e plantas daninhas nas lavourasPor Daniel Popov, de São PauloO plantio da soja ainda não terminou no país devido a falta de chuvas em muitos estados. Essa condição climática tem sido um entrave não só para o término dos trabalhos, ma...

Leia mais...

‘Taxação de insumos agrícolas em SP prejudicará o Brasil como um todo’

24-11-2020

A taxação de produtos e insumos agrícolas pode ser uma tendência no Brasil após o estado de São Paulo ter sinalizado que essa medida será implementada a partir de 2021. Para o comentarista do Canal Rural, Miguel Daoud, a questão da tributação é um absurdo, já que a agropecuária é a única saída para a recuperação e crescimento econômico do país.R...

Leia mais...

Chuva retorna à região Sul e deve persistir por duas semanas

24-11-2020

Meteorologista da Somar alerta que as primeiras pancadas podem vir na forma de temporal com vento forte, raios e até granizoA indica mudança no padrão de chuva a partir desta quarta-feira, 25. Uma frente fria se aproxima da região Sul e deve provocar pancadas em áreas do Rio Grande do Sul próximas ao Uruguai e no extremo oeste gaúcho.A meteorologi...

Leia mais...

Ipea reduz projeção de crescimento da agropecuária em 2020

24-11-2020

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) revisou sua projeção de crescimento do Produto Interno Bruto da agropecuária em 2020 para 1,5%, ante a projeção anterior, informada em outubro, que indicava avanço de 1,9%. As estimativas revistas, do Grupo de Conjuntura da Diretoria de Estudos e Políticas Macroeconômicas (Dimac), estão na Nota de C...

Leia mais...